Ir para o conteúdo

PCdoB Brasília

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

A Jovem cidade moderna precisa modernizar-se

21 de Abril de 2016, 18:23 , por Fr3d vázquez - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 38 vezes
Licenciado sob CC (by-nc-sa)

Do sonho de Dom Bosco a materialização do projeto cuja ideia remonta a ninguém menos que José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca da Independência e a determinação política de Juscelino Kubitschek de erguer a nova capital, cumprindo um preceito constitucional, a epopeia da construção de Brasília, cidade que tornou se patrimônio cultural da humanidade, demostra a grandiosidade e capacidade realizadora do povo brasileiro.

Imagem ilustrativa do artigo de Jean Carmo de 21-04-2016

A cidade moderna que completa 56 anos, concebida nos marcos de um projeto de nação, de integração nacional, de ocupação do centro do país, alimentada ao longo do tempo por intelectuais, políticos, militares, arquitetos e poetas. Vestida com linhas modernas e suas suntuosas escalas premissas da concepção da cidade: bucólicas, gregárias, monumental e residencial , lhe autoriza a ser a vitrine de um Brasil cosmopolita capaz de promover o diálogo e a convivência fraterna entre as mais diversas culturas.

No entanto, a capital de todos nós brasileiros deixou de ser apenas sonho e símbolo para se tornar centro de uma grande cidade que enfrenta problemas cotidiano comuns às metrópoles de nosso tempo.
A Jovem cidade, infelizmente no mês de seu aniversário, foi palco de uma atrocidade a democracia brasileira, tão arduamente conquistada com a vida de milhares de jovens, mulheres, trabalhadores, estudantes e sonhadores, um golpe conduzido por um dos maiores corruptos e sua claque, contra uma presidenta legitimamente eleita pelo povo e quem não pesa nenhuma acusação, foi um atentado ao Estado Democrático de Direito.

O contexto de uma metrópole com características singulares de planejamento urbano, somado ao fato de ser uma cidade patrimônio cultural da humanidade promove a convivência entre a população do Plano Piloto, privilegiada por morar no centro histórico, e uma imensa população sazonal de trabalhadores, estudantes, usuários dos serviços de saúde, cultura, esporte e lazer, oriunda das Regiões Administrativas e do Entorno que se relacionam cotidianamente com o DF gerando conflitos urbanos entre as aspirações e reais possibilidades oferecidas para todos pela cidade.

Nesse meio tempo, são inúmeras as denúncias e debates sobre as decisões do atual governador Rodrigo Rollemberg sobre o desmonte de inúmeras ações e inúmeros contratos que visavam colocar Brasília e sua administração em um patamar mais contemporâneo e modernizador do desenvolvimento do Distrito Federal.

Esse desafio político é extremamente empolgante para Brasília . A cidade jovem que ao mesmo tempo é Patrimônio Cultural da Humanidade e capital de todos os brasileiros. Nossa arquitetura é homenagem à genialidade do povo brasileiro. Nossa vocação cosmopolita se expressa nas centenas de embaixadas que fazem com que culturas de todo o mundo se encontrem por aqui. A capital da sexta economia do planeta nos impõe, o desafio de preservar o conjunto arquitetônico e suas escalas: monumental, residencial, gregária e bucólica, harmonizando esse tombamento com o desenvolvimento da cidade, em suas dimensões econômica e social, de maneira a garantir a ampliação da qualidade de vida de seus habitantes e a necessidade das novas gerações.

Por isso é fundamental contribuir propositivamente com um projeto de transformação e de atualização, urbana e social, revendo os mecanismos de ocupação, desenvolvimento e mobilidade urbana, proporcionando uma experiência de cidade moderna não só aos brasilienses e brasileiros mas também para gente de todo o mundo, que poderão vivenciar de maneira plena uma das jóias da criação humana, e difundir Brasília como referência turística e de qualidade de vida para sua população. Além de se colocar como potencial modelo de cidade moderna.

Parabéns Brasília

 

Jean Carmos

Presidente do PCdoB Brasília


Tags deste artigo: desafios 56 anos aniversário brasília

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar