Ir para o conteúdo

PCdoB Brasília

Tela cheia Sugerir um artigo

Blog

3 de Abril de 2011, 21:00 , por Desconhecido - | No one following this article yet.
Licenciado sob Copyleft

Ana Prestes: não temos medo de lutar por justiça e democracia

5 de Julho de 2018, 15:27, por Fr3d vázquez

Lugar de mulher militancia

”Nestes momentos temerosos em que vivemos, é importante que todos nós que não aceitamos o atraso, o arbítrio, o preconceito e a intolerância estejamos unidos. Vamos nos unir, pois não temos medo de lutar por justiça e democracia.”

Continuando as apresentações das pré-candidaturas do PCdoB/DF, trazemos a pré-candidata a deputada federal, Ana Preste



Classe, raça e gênero em debate

2 de Julho de 2018, 20:55, por Fr3d vázquez

Cartaodigitailciclodebates2018pcdobbsbclasseracagenerov07topossites

A ser realziado no auditório do Sindicato Dos Urbanitários no DF - STIUDF, o evento debaterá a situação das populações feminina, lgbt e negra e as formas de fortalecer suas existências no enfrentamento ao conservadorismo vigente. Saiba mais!



Manuela D'ávila ao Vivo no Roda Viva

25 de Junho de 2018, 21:35, por Fr3d vázquez

Assista aqui ao vivo!



Renato Rabelo: As eleições são o centro de gravidade da luta política

2 de Junho de 2018, 0:13, por Fr3d vázquez

Para Renato, “a unidade nunca foi tão necessária, ainda mais em nossa realidade, em que a luta deve ser de salvação nacional”

Uma exposição de Renato Rabelo, presidente da Fundação Maurício Grabois e membro do Comitê Central do PCdoB, marcou o início do 7º Encontro Sindical Nacional do Partido, nesta quinta-feira (31/5), em São Paulo. A pouco mais de quatro meses para as eleições presidenciais de 2018, Renato avaliou que a “restauração da democracia” deve ser uma das bandeiras prioritárias e imediatas da esquerda brasileira.



Aldemir Domício condena atitude do governador Rodrigo Rollemberg de não dialogar com Sindivacs

30 de Maio de 2018, 16:25, por Fr3d vázquez

Aldemirctb justicaemfoco mariobenisti30maio2018O retrato está em todo o Sistema de Saúde do DF. Hoje, você tem um Hospital de Base que era da Rede Pública de Saúde, mas deixou de ser do governo. Antes, mesmo com dificuldades funcionavam. Hoje não funciona em hipótese alguma. Antes existia um hospital que já foi referência em atendimento na área de Ortopedia, mas hoje quando chega lá não encontra um médico ortopedista. Houve um desmonte do Sistema de Saúde no DF nesses últimos 03 anos e meio. É claro que o governo de Rollemberg não quer mais assumir o papel de manter a saúde pública. Muitos estados, como o Goiás e o Rio de Janeiro por exemplo, terceirizaram o Sistema de Saúde e entregaram para ONGs, e hoje empresas tocam esses sistemas de saúde.